domingo, 5 de fevereiro de 2017

IN MEMORIAM DE JOSÉ FERREIRA VICENTE

 
José Ferreira Vicente

José Ferreira Vicente, alfarrabista de ofício, livreiro e "marcador" de livros e gravuras raras e estimadas, proprietário da livraria Olisipo [Largo Trindade Coelho, Lisboa] deixou-nos em Janeiro. Partiu no mês de Janus, divindade da luz, depois das festas solsticiais. A corporação dos livreiros ficou mais pobre. Os amantes dos livros e papéis velhos restaram emudecidos e desolados. Nós, para quem José Vicente era um irmão, ficamos perpassados no afecto e na dor.

José Vicente, cujo passamento passou quase ignorado, deixa-nos uma vasta erudição na catalogação de peças bibliográficas, ao longo dos anos publicadas em preciosos Catálogos da sua Livraria e em diversos Leilões, e no estudo do livro antigo, como é o caso da sua incontornável obra “O Valor do Livro Antigo em Portugal”. O seu elevado carácter, o brilho da sua admirável qualidade de cidadão livre, a distinção e merecimento literário que dispunha aos amigos e clientes, faziam-lhe um modelo de um profissional ilustrado, uma alma generosa, um coração leal.     
 

O Almanaque Republicano, em meu nome pessoal, cumpre prestar um preito de homenagem ao José Vicente e deixar exarado um tributo sincero de cordial gratidão e saudade. À família, apresentamos sentidos pêsames e o nosso profundo respeito.

Que descanse em paz.

J.M.M.

Sem comentários: